Atendimento ao Cliente
71 3338.8555

DR. LEME RESPONDE

Pressão alta ou baixa?

A pressão arterial é consequência da força que o sangue exerce contra as paredes das artérias para conseguir circular pelo corpo. Quando o coração se contrai para expulsar o sangue de seu interior, a pressão nas artérias atinge o valor máximo. Quando a musculatura cardíaca relaxa para permitir que o sangue volte a encher suas cavidades, a pressão cai para seus valores mínimos.

De acordo com os critérios internacionais estabelecidos, os valores de referência desejáveis da pressão arterial estão ao redor de 120mmHg x 80mmHg (12 x 8).

Então uma Pressão Arterial acima de 13,5 x 8,5 é considerada alta e abaixo de 9 x 5 é considerada baixa.

Fatores que interferem para a:

Elevação da pressão arterial

Queda da pressão arterial

Idade e Sexo: A pressão alta é mais comum nos homens do que nas mulheres, e em pessoas de idade mais avançada do que nos jovens;

Genética: Pessoas com antecedentes familiares de hipertensão têm maior predisposição a sofrer da mesma;

Estresse;

Excesso de peso;

Sedentarismo;

Alimentação (enlatados, excesso de sal e gordura).

 

Quedas de pressão podem acontecer em situações que favorecem a perda do controle do fluxo de sangue e a hipovolemia, ou seja, a diminuição da quantidade de sangue no corpo;

Desidratação, jejum prolongado, uso excessivo de medicações contra a hipertensão, uso de diuréticos e de remédios para emagrecer;

Mudança de postura: quando a pessoa se levanta de repente depois de muito tempo deitada, agachada ou sentada;

Também quando a pessoa fica muito tempo em pé, parada, sem se movimentar;

Em resposta a uma fonte emocional.

 

Sintomas da Hipertensão:

Inicialmente a hipertensão arterial não apresenta sintomas, mas, com o passar do tempo, eles começam a aparecer. Os mais comuns são: dor de cabeça, falta de ar, enjoos, visão turva, zumbidos, sangramento pelo nariz, palpitações e até desmaios. Mais importante que os sintomas da pressão alta são as graves complicações que podem provocar: um infarte agudo de miocárdio, ou um acidente vascular cerebral (derrame) e até a morte de forma instantânea.

Sintomas da Hipotensão:

Quando a pressão arterial está baixa, o fluxo de sangue para os tecidos cai e o oxigênio não chega às células em quantidade suficiente. Podem surgir, então, fraqueza, perda de forças, baixa de energia, tonturas, suores frios, taquicardia e sensação de desmaio, que variam de intensidade conforme o caso.

Tratamento:

Os tratamentos são destinados a manter a pressão arterial dentro dos limites normais, por um lado insistindo nas formas de prevenção, e por outro, usando medicamentos que, por diferentes ações, mantêm a pressão dentro dos limites normais.

A consulta a um cardiologista é de grande importância para o diagnóstico e acompanhamento individualizado.

Fonte: Dra. Maria Betânia Senna